Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Linux, Windows 7, Mac OS e Eu


Esse artigo é sobre um ponto de vista, por isso não espero que todos concordem.
Recentemente, motivado por criar aplicativos para o iphone, resolvi comprar um macbook, já tinha lido e estudado bastante sobre as características do Mac Os, e devido a tudo isso, sempre achei ele um bom sistema, pelo que falavam e pelo que ele podia fazer.

Bem, o que faço agora é uma crítica pessoal aos três sistemas, Linux, Windows 7 e Mac OS X snow leopard, talvez a opinião expressa aqui não seja contundente com a de outras pessoas que lerem esse artigo.
Então vamos lá.

Windows 7


Fiquei impressionado depois de ter instalado o Windows 7 em meu desktop, realmente isso é o que o Windows vista deveria ter sido, pelo visto a Microsoft aprendeu que não apenas vale ser bonito, mas queremos também desempenho.
Refinaram o Windows 7 em diversos pontos, estabilidade, velocidade, fluidez. No Windows vista percebia-se lentidão até mesmo na hora de se abrir o Explorer, o simples ato de navegar em uma pasta com diversos arquivos já era motivo de dor de cabeça em alguns casos.
Algo que dava muito problema também era no momento de logon do usuário, algumas pessoas, como eu, deixam diversos aplicativos iniciando com o sistema, no meu caso é necessidade, na sua maioria, serviços que os próprios programas inicializam, no Windows vista, isso para mim era um verdadeiro martírio, e o pior que mesmo desabilitando alguns serviços, ainda sim ele continuava lento, era necessário diversos minutos até que o sistema estivesse pronto para uso. Com o Windows 7 isso foi melhorado e muito, fora que alguns serviços que no Windows vista iniciavam por padrão, no Windows 7, ou foram melhorados ou então desabilitados.
Uma das minhas poucas reclamações com o sistema é ainda o Explorer, principalmente quando vejo, na barra de endereço, ou barra de caminho do Explorer, uma barra de progresso verde, que me dá medo, carregando, e uma tarefa que era para ser simples, acaba sendo complexa e demorada, mas isso em alguns casos.
Pensei que com o tempo o sistema iria se tornar lento, sem fluidez, tipico de um sistema que se vai usando por um bom tempo, instalando e removendo programas, mas como o Windows 7 isso é diferente.
Ainda estou usando a versão Release Candidate, mas assim que essa versão expirar, ano que vem, pretendo comprar a versão ultimate.
Em jogos, ele se mostra muito bem, disso não tenho o que reclamar.
Um ponto em que o Windows deveria melhorar seriamente deveria ser a parte de segurança, não preciso dizer que já me deparei com alguns vírus no Windows 7, esse é um dos males de se ter outras pessoas usando seu micro. Mas bem, é muito chato ficar simplesmente dependendo de antivírus e anti-spywares para proteger o sistema. Pois se o malware consegue burlar esses mecanismos de defesa, o estrago está feito.
Somente o UAC do Windows não resolve, por que depois disso ainda, o sistema continua sem um mecanismo de segurança eficaz.
Para ter idéia por exemplo, esses dias, graças a um aviso do Microsoft Secure Essentials, um programa anti-vírus muito bom da Microsoft, notei que o arquivo hosts havia sido alterado, havia diversos sites sendo apontados para um endereço estranho. Fique com muita raiva disso, e pensei, será que o sistema operacional, não poderia gerenciar, quem pode ou não pode alterar um arquivos desses. Acho que já passou da hora dos sistemas operacionais passarem a ter inteligência artificial, assim comportamentos estranhos como esses podem ser diagnosticados e resolvidos pelo próprio sistema.
Claro que o sistema tem diversos outros recursos que o tornam muito bom, mas não pretendo discuti-los aqui, visto haverem diversos outros sites que já falaram deles.
No mais, apenas dou meus parabéns a Microsoft por ter acertado dessa vez com o Windows 7, claro que a mancha causada pelo Windows vista, ainda vai demorar um pouco para sair.


Mac OS X Snow Leopard


Minha experiência de uso com o Mac OS já dura um mês, mas já o uso para diversas tarefas, além das básicas com navegação na internet ( O Firefox no Mac, para mim é a melhor versão que existe, funciona melhor do que no Linux e Windows), conversão de uns vídeos básicos para tocar no ipod, músicas, e programação, muito do que eu faço no Windows e Linux.
Com tudo isso só tenho uma coisa a dizer:
“Fantástico”
Posso dizer com base em minha experiência pessoal que o Mac OS é realmente o melhor sistema operacional que eu já usei, ganha do Linux e do Windows em diversos pontos, como:
Estabilidade
Fluidez do sistema
Design
Apesar de usa-lo no meu macbook, um core2 duo de 2.13 GHz e 2 GB d ram, ele se mostra muito rápido e estável, e um dos motivos para isso a a otimização, já que o Mac Os não roda numa gama enorme de hardware como o Linux e o Windows.
E comigo ele ganha mais pontos ainda por ter um belo design, desde os ícones até o dock, e eu amo coisas bonitas e bem feitas, que fazem os olhos brilhar.
Sem falar que roda sobre o Unix, não tendo assim, por enquanto, problemas com vírus.
O acervo de programas é muito bom também, apesar do Mac ter pouca parcela do mercado de SOs, mas que não deixam a dever para o mundo windows, fora que algo que me chama muito a atenção também, é o belo design que todos os programas acabam tendo no Mac OS.


Linux
Agora chegamos no linux, apesar de gostar muito do Mac OS e do windows, se tem um sistema que não deixo de usar nunca é o Linux, mas reconheço que o sistema tem muitos problemas, apesar de muitos quererem dizer que não.
Uso desde o fedora 4, e de lá para cá houveram muitas mudanças, já usei mandriva, kurumin, ubuntu, opensuse, no mais todos eles tem a mesma estrutura básica.
Esses dias mesmo resolvi instalar a ultima versão do fedora no meu desktop, e acreditei, depois do reboot para usar o sistema, logo após a instalação, nada funcionava, na verdade não aparecia nada no monitor, a mesma coisa para o gentoo e a ultima versão do ubuntu, pelo visto os desenvolvedores do xorg esqueceram de algo chamado retrocompatibilidade, se esqueceram que a nova versão do xorg talvez não funcione em todas as placas de vídeo, e pelo visto os mantenedores das distribuições também se esqueceram disso.
Esse é um dos meu problemas com o pinguim, o modelo de desenvolvimento do software livre é muito bom, mas alguns desenvolvedores resolvem inserir mil e um recursos no sistema, mas esquecem de dizer em quais sistemas esses recursos iram funcionar.
Ainda sim gosto muito do Linux, robusto, rápido, mas se tem uma coisa que a versão para desktops não é, é estável, principalmente as novas versões. E quem acha que Linux não trava, esqueça, isso é mito, Linux no desktop trava sim e trava feio, onde nem se quer um CTRL + ALT + BACKSPACE resolve o problema pois até o teclado fica travado, sem resposta. Isso para vocês terem um idéia são umas das experiências que venho tendo com o sistema. Parece que o pessoal que desenvolve esses sistemas está se esquecendo de quanta gente tem usando o sistema e da gama de hardware envolvido, e acabam inserindo sempre um novo recurso que acaba quebrando compatibilidade com o hardware que você possui. Repito, isso tudo é minha experiência como usuário do sistema, mas muitos poderiam ter dito, basta apenas ir na internet e pesquisar pelo problema, mas ai é que está, uso o sistema no meu desktop, do ponto de vista de um usuário final, aliás sou usuário avançado, mas nem todo mundo sabe como enche o saco o que é ficar horas e horas, até varar a madrugada pesquisando  a solução por um problema tão tosco, que os desenvolvedores do sistema já deveriam ter resolvido na bancada de projetos, e que no final não tem solução. Por que vou quebrar a cabeça para resolver um problema de instalação ou configuração de um serviço no Linux, sendo que no Mac OS e no Windows eu não levo nem 5 minutos para ter tudo pronto e funcionando?
Percebam que o que faço aqui é uma comparação entre os três sistemas que uso, não sou um usuário iniciante, conheço muito bem esses três sistemas, e muitas vezes somente quero instalar e sair usando um recurso novo, coisa que muitas vezes é difícil no Linux em si.
O que acabo notando durante todos esses anos de uso do sistema, é que o Linux, as distribuições em si, estão se tornando brinquedos de lego. Pega um pedaço ali, pega um pedaço aqui, e vamos montar uma distro. Temos uma nova distro a cada seis meses? Sim temos, mas em seis meses você não consegue colar todos esses pedaços de maneira bem firme como deveriam ser, pois depois de seis meses você tem versões mais novas dessas peças, que deveriam ser melhores, mas ao invés de ficar com as peças antigas e cola-las mais firmemente, resolvem partir para as peças mais novas. Perceberam meu raciocínio?
Mas ai muitos podem falar, mas em seis meses temos diversos novos recursos. Temos mesmo? Recursos esses que superam os do Windows e do Mac? Recursos esses que melhoram a usabilidade geral para o usuário?
Eu prefiro a estabilidade geral do sistema, desde a inicialização até o ambiente gráfico, do que sempre novos recursos. Apesar de gostar muito deles.
O que expresso aqui é simplesmente minha inconformidade em ver que o Linux poderia ser melhor mas não é, desde que comecei a usar o Linux, vi que o Mac OS e o Windows passaram por diversas melhorias em diversos sentidos, mas isso não acontece no mesmo ritmo para o Linux, ainda continua sendo um brinquedo de lego.
Acho que isso acontece mais mesmo, devido tanto o Mac OS e o Windows serem direcionados ao usuário final. No mundo Linux, essa preocupação, não é tão grande, pois como eu disse lá atrás, o Linux se parece mais com um brinquedo de lego, onde você vai pegando partes e montando sua distribuição, os desenvolvedores do xorg por exemplo não tem tanta preocupação com o usuário final quanto os desenvolvedores do KDE, e é por esse motivo que vejo esses problemas no Linux, se detalhes assim fossem corrigidos, com certeza o Linux seria melhor que o Mac OS.


Conclusão
Espero que ninguém tenha se ofendido com o texto que escrevi, principalmente na parte sobre Linux, ressalto que tudo isso mostra simplesmente minha opinião pessoal, minha experiência de uso com o três sistemas.

Artigos relacionados

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.